Configurando o Lecture Notes no Galaxy Note 10.1

Category:

Ter uma melhor experiência de uso com o Lecture Notes foi o que mais me motivou na escolha pelo Galaxy Note 10.1. Acontece que o Lecture Notes não segue exatamente a cartilha do Google no que diz respeito à utilização intuitiva do aplicativo. E nem teria como, pois o app é extremamente configurável,  buscando atender a todos os tipos de tablet Android. Pensando nisso, compartilho a seguir como eu configuro o Lecture Notes para tirar o melhor proveito possível em um tablet da linha Galaxy Note, ou seja, teremos comandos e atalhos ativados por gestos e também pela caneta, além de algumas outras personalizações que considero úteis.

Uma breve descrição do aplicativo:

Para quem está lendo sobre o Lecture Notes pela primeira vez, trata-se do aplicativo mais completo e com as melhores soluções para efetivamente transformar seu tablet (no caso de hoje o Galaxy Note 10.1) num caderno para escrita com caneta. Se quiser ver o quanto me empolgo com esse app e de quebra entender um pouco mais sobre ele, dá uma lida neste artigo aqui.

O Lecture Notes em si possui duas versões, sendo uma trial com todas as funções e recursos que a versão paga, apenas limitando o número de cadernos (2) e o número de páginas por caderno (8). A versão trial é ideal para testar todas as configurações sugeridas neste artigo e também para que você possa fazer todos os seus testes antes de comprar a versão completa.

Configurando o Lecture Notes

Ao final você irá interagir com o aplicativo tendo à disposição os seguintes comandos e atalhos:

• Toque com um dedo: rolagem da página.
• Movimento de pinça: Zoom
• Botão da caneta (pressionado uma vez): borracha
• Botão da caneta (pressionado duas vezes): recorte
• Toque com a caneta: escrita

E terá também habilitada a caixa de ferramentas nos cadernos, recurso que torna muito prática a mudança de cor da caneta, inclusão de linhas e figuras geométricas, além de texto digitado

— Abra o Lecture Notes e aperte no botão menu (aquele lá em cima com 3 quadradinhos na vertical) e escolha a opção “settings“.

— Na aba “input” , marque:

  • use sylus (hardware detection)” (só será possível escrever com a caneta);
  • use stylus buttons” ( o botão da caneta poderá ser configurado);
  • Allow one finger scrolling” (poderá mover a página usando o toque com um dos dedos);
  • Allow two fingers zooming” ( você poderá ativar o zoom via movimento de pinça );
  • Allow double click zooming”(você poderá ativar o zoom com toque duplo na tela, o tradicional pinch to zoom).

— Na aba “handling” , marque:

  • Quick cut, move and paste” (após algo estar selecionado, ele poderá ser movido imediatamente sem que se aperte na função mover e após ser movido a seleção será automaticamente desfeita);
  • Quick insertion” (caso algo esteja selecionado no momento em que você mudar para outra ferramenta, como caneta, por exemplo, o objeto selecionado será automaticamente colado na página);
  • Divide page analogous to a page break” ( ao dividir uma página, o conteúdo que estava abaixo da linha divisória será removido para uma nova página, sendo colado no topo da nova página);
  • Stylus buttons setup” (abrirá janela para configurar os botões. A minha sugestão é colocar a função de borracha ao se pressionar o botão pela primeira vez e a função de recorte para quando apertar o botão pela segunda vez. Para isso, marque a opção “eraser” em “Pressing first button activates” e também “cutter” em “pressing second button or first button twice activates“. Em seguida aperte em “ok“);

Na aba import :

  • — Toque em “import pdf setup” (abrirá uma janela de configuração, coloque para 150  em “resolution” tanto no “single page” quanto “multiple pages” e aperte “ok”);

Habilitando a Caixa de Ferramentas (toolbox)

A caixa de ferramentas é habilitada dentro do caderno, logo, precisamos criar um primeiro. Para isso volte para a tela inicial do app (toque no ícone do caderno e selecione a opção “back”ou toque no botão de navegação “retornar” do Android.

Você deverá estar vendo uma tela parecida com a da figura abaixo. Para criar o caderno, clique no botão “+” e selecione “new Notebook”.

Na tela de configuração do caderno você deverá nomeá-lo e poderá alterar algumas de suas configurações. Neste exemplo eu apenas configurei para que o caderno possua páginas pautadas (marque “ruled“). Ao final toque em “create and open“.

Provavelmente o seu caderno está parecido com o da figura abaixo.

Para habilitar a caixa de ferramentas toque 2 vezes no ícone do lápis e toque em “show pencil toolbox”.

E era isso. Aqui sua toolbox pronta para ser utilizada.

Você pode configurar bastante essa caixa de ferramentas. pode deixá-la maior, menor, com menos opções de cores, alterar a espessura de traçado, marcadores de texto e outras trocentas opções. Para isso toque no botão do menu, selecione “settings”, toque na aba “tools” e brinque à vontade nas configurações mostradas na figura abaixo.

Aplicativos complementares

Ainda que nenhum outro aplicativo seja necessário para a correta utilização do Lecture Notes, alguns apps ampliam suas funcionalidades:

PDFView (gratuito) – Permite importar arquivos em pdf, inclusive partes do arquivo. Ou seja, se você tem uma apostila de 400 páginas, mas apenas gostaria de importar da página 325 à 335 , com esse app isso será possível.

Considerações Finais

Com isso terminamos essa minha sugestão de configuração para o Lecture Notes. Como você provavelmente já deve ter percebido, o app é realmente muito configurável, e o que fizemos explora apenas uma pequena parte das possibilidades dele. Outra excelente funcionalidade do Lecture Notes é com relação à configuração do layout das páginas, mas isso ficará para uma próxima oportunidade. Até lá!

Ваш e-mail не будет опубликован.